\\ Pesquise no Blog

domingo, 24 de novembro de 2013

descrição de concreto armado iii

grito

descrição (vai estar na primeira pagina do caderno, como instrução): esta ação é um desabafo. um grito seu, meu, nosso. eu já não posso mais. me calaram. as forças me calaram, as cenas, imagens, reflexões, noticias, impotência... a proximidade me cala.

o meu grito é através do seu. hoje você é quem fala por mim. pois então faça isso - grite! 

o que eu quero de você? seu desabafo. 

o que te afeta? qual sua indignação maior no cenário atual? pense no rio de janeiro, na situação política e social que estamos enfrentando, no lugar manipulador que a mídia ocupa, nos presos políticos, nas manifestações, na copa do mundo, na truculência policial, no governo, em toda a imundice que somos obrigados a enfrentar diariamente... 

permita-se escrever, ou quem sabe desenhar, rabiscar, fazer um origami, o que quiser. (pode ser uma carta, um bilhete, uma frase, uma palavra...).

eu, hoje, infelizmente não posso conversar com você. mas você pode conversar comigo. utilize as folhas desse caderno para isso. perdoe-me por não responder, mas tenha a certeza de que, ao entrar em contato com esse material, terei muito o que dizer. portanto, se assim desejar, deixe seu email para que possamos nos corresponder. eu te escreverei. 

permita também que outras pessoas tenham acesso a este caderno. ele é coletivo e será utilizado posteriormente para fins artísticos. não precisa se identificar, se não quiser. 

obrigada por acreditar em mim. obrigada por gastar seu tempo comigo. 

data: 26/11/2013 (terça-feira)
horário: a partir de 10h, permanecendo por 40 minutos em cada lugar.
locais: corredor da eco - ufrj / porta principal do shopping leblon / largo da carioca / del castilho (passarela do shopping nova américa) / hospital miguel couto / colégio municipal (?) perto da ufrj

materiais utilizados: um caderno pautado, inicialmente em branco, com o texto de descrição na primeira folha / caneta / uma mordaça preta / um cartaz dizendo "você não quer saber sobre isso"

vou chegar no local, vestir a camisa de escola municipal, me posicionar, colocar a mordaça e esperar.

obs: não posso me alimentar, beber líquidos ou usar o telefone enquanto estiver com a mordaça. no trajeto de um lugar para o outro isso será permitido. eu removerei a mordaça para me deslocar entre os locais escolhidos. tenho uma pausa para almoço quando achar necessário. 

taís feijó

Nenhum comentário:

Postar um comentário